segunda-feira, 15 de junho de 2009

Corinthians e Flamengo na Palestina.

Fiquei sabendo na semana passada que o meu time juntamento com o Flamengo farão um jogo de exibição na Palestina com o objetivo de pacificar os ânimos de alguns terroristas. Me faz lembrar aquele jogo da seleção brasileira no Haiti, que o Lula levou com o mesmo objetivo, acalmar os estupradores, homicidas e guerrilheiros. Isso não passa de uma bela jogada de marketing do nosso governo que quer por que quer ser levado ao conselho de segurança da ONU, mesmo sem ter o mínimo de segurança no país que eles dirigem. É tambem um prêmio a essas pessoas que andam com bombas na cintura e explodem crianças em onibus escolares, e que poderão agora ter um momento de descontração patrocinado pelo governo brasileiro do Lula. Mas creiam que depois, tudo voltará o normal. Depois do jogo da seleção brasileira foi assim; as mulheres voltaram a ser estupradas, as crianças voltaram a ficar sem seus pais, as epidemias se intensificaram, o governo continuou corrupto, etc... E é assim que será na Palestina, após o jogo do meu time e do Flamengo. Coitados dos jogadores que terão de se submeter a essa grande bobagem, se desgastar fisicamente e economicamente para satisfazer a vontade de uns poucos.

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Revista Veja e as macaquices de Darwin. Oooo povinho ignorante.

Depois dos 200 anos da TEORIA de Darwin, a revista Veja mostra que não é só ignorante em religião, mas também em ciências. Se esse pessoal tivesse estudado um pouco mais, talvez fizessem um trabalho melhor. Olhem o que diz o site da BBCBrasil sobre o assunto: Cientista questiona teoria da criação da vida de Darwin Extraído do site da BBCBrasil.com Rebecca Morelle Correspondente para Ciência da BBC News Cientistas disseram ter encontrado evidências que indicam ser improvável que a vida teria começado "numa poça morna", como tinha sugerido o pai da teoria da evolução, Charles Darwin. Testes realizados em poças vulcânicas, por uma equipe da Universidade da Califórnia, sugeriram que estas não davam condições para permitir o surgimento de formas de vida. Essa descoberta será apresentada e discutida nesta terça-feira em uma conferência de dois dias sobre a origem da vida na Terra, na Royal Society, em Londres, a academia de ciências da Grã-Bretanha. O chefe da equipe da Universidade da Califórnia, o professor emérito de Química David Deamer disse: "Já fazem 140 anos desde que Darwin sugeriu que a vida pode ter começado em uma 'poça morna'. Estamos testanto a idéia dele, em pequenas poças em regiões vulcânicas em Kamchatka, na Rússia, e Mount Lassen, na Califórnia". "Os resultados são surpreendentes e, de certa forma, desapontadores. Parece que as águas ácidas quentes da lama não fornecem as condições adequadas para que componentes químicos se transformem em 'organismos pioneiros'", disse ele. Deamer disse que aminoácidos e DNA, dois componentes básicos na formação da vida, e fosfato, outro ingrediente essencial, se prendem à superfície de partículas do barro nas poças vulcânicas. "Isso é significativo porque havia a pressuposição de que barro promove interessantes reações químicas ligadas à origem da vida", explicou ele. "Entretanto, nos nossos experimentos, os componentes orgânicos ficaram tão grudados às partículas de barro que não poderiam fazer parte de qualquer reação química." Outras teorias Apesar dos avanços da ciência, a explicação para o surgimento da vida ainda não foi encontrada. A conferência em Londres, que vai reunir mais de 200 prominentes cientistas internacionais, também vai discutir outras teorias, como a possibilidade de a vida ter sido trazida do espaço. "Acredita-se que a vida tenha surgido numa sopa rica em componentes carbônicos, mas de onde vieram essas moléculas?", disse o Dr. Max Bernstein, do Instituto Seti, nos Estados Unidos. Ele acredita que a resposta possa estar na poeira interestelar, e vai falar sobre a possibilidade de um cometa ou asteróide ter trazido à Terra os ingredientes necessários para o surgimento de vida. Os cientistas também vão discutir se pode haver vida em outros planetas. A professora Monica Grady, da Open University do Reino Unido vai explorar a possibilidade de vida ter existido em Marte. Ela vai examinar a hipóptese de uma biosfera ter existido no planeta, através de pesquisas feitas da química de carbonos de Marte. O professor Ian Smith, da Universidade de Cambridge, organizador da conferência, disse : "Tentar entender como a vida emergiu na Terra em algum ponto nos 1000 milhões de anos desde sua formação é um problema científico fascinante e um passo essencial para prever a presença de vida em outros pontos do universo".

O ANTICRISTO

A PESSOA PREDOMINANTE NO PERÍODO DA TRIBULAÇÃO SERÁ O ANTICRISTO. ELE, COMO REI DE UMA FORMA RESTAURADA DO IMPÉRIO ROMANO, CONTINUARÁ A CRESCER EM PODER E INFLUÊNCIA À MEDIDA QUE OS SETE ANOS DO PERÍODO DA GRANDE TRIBULAÇÃO PASSAM. AS ESCRITURAS APRESENTAM-NO COMO UM INSTRUMENTO COMPLETAMENTE CONTROLADO POR SATANÁS, USADO PARA CUMPRIR O PROGRAMA SATÂNICO; PROGRAMA TAL QUE INCLUIRÁ ESTE PERÍODO DE AFLIÇÃO PARA ISRAEL. DEUS TAMBÉM ESTARÁ POR TRÁS DESTE HOMEM E PERMITIRÁ ESTA TRIBULAÇÃO E SOFRIMENTO PELAS MÃOS DO ANTICRISTO AO SEU POVO ELEITO AFIM DE QUE SEJAM LEVADOS A TAL ESTADO DE ESPÍRITO QUE RECONHEÇAM CRISTO COMO SEU MESSIAS-REDENTOR. O TERMO “ANTICRISTO” TEM NATUREZA DUPLA. SUGERE OPOSIÇÃO A CRISTO E TAMBÉM SUGERE O SENTIDO DE “SUBSTITUIR” OU POR “NO LUGAR DE”. NO LIVRO DO APOCALIPSE, O TERMO USADO PARA O ANTICRISTO É “BESTA”, NUMA DESIGNAÇÃO DESCREVENDO-O COMO FURIOSO E HOSTIL PARA COM DEUS E A SUA VONTADE. NO CAPÍTULO 13 DE APOCALIPSE TEMOS NOS PRIMEIROS TRÊS VERSÍCULOS O TERMO "A BESTA" SE REFERINDO AO IMPÉRIO E NO VERSO 4 E SEGUINTES, O TERMO SE APLICA A UMA PESSOA. NO VERSO 1, ESTA BESTA É VISTA A “EMERGIR DO MAR”. O MAR REPRESENTA A HUMANIDADE. A BESTA TEM “DEZ CHIFRES E SETE CABEÇAS”, ISTO IDENTIFICA-A MAIS ESPECIFICAMENTE COM O DRAGÃO, GRANDE, VERMELHO E TAMBÉM DESCRITO DESTA FORMA EM APOC. 12:3. NO VERSO 3, A REFERÊNCIA SOBRE UMA DAS CABEÇAS DA BESTA SENDO GOLPEADA DE MORTE É MELHOR COMPREENDIDA COMO FALANDO DO IMPÉRIO ROMANO ANTIGO; E QUE A “FERIDA MORTAL FOI CURADA” SE REFERE À RESTAURAÇÃO DO IMPÉRIO ROMANO NO FUTURO. A BESTA SE TORNA ENTÃO O GRANDE GOVERNANTE DESTE IMPÉRIO RESTAURADO, E A PRIMEIRA INDICAÇÃO É QUE O MUNDO ADORARÁ TANTO A SATANÁS, COMO A BESTA. ISTO MOSTRA QUE AMBOS TRABALHARÃO JUNTOS. VEMOS ISTO HOJE EM DIA COM A CRESCENTE ADORAÇÃO AO DIABO. TANTO NO VERSO 5 COMO EM DN. 7:8,25 E, EM 11:36 VEMOS A BESTA PROFERINDO BLASFÊMIAS CONTRA DEUS. NO VERSO 6 SE VÊ A ARROGÂNCIA DELE OUTRA VEZ. O VERSO 7 DEMONSTRA A OPRESSÃO DO ANTICRISTO AOS “SANTOS DE DEUS”, IGUAL A DN 7:25. ELE TERÁ PODER SOBRE CADA TRIBO, POVO, LÍNGUA E NAÇÃO E AS PESSOAS QUE O ADORARÃO SÃO AQUELES CUJOS NOMES NÃO ESTÃO ESCRITOS NO LIVRO DA VIDA DO CORDEIRO. V.7,8. EM II TESS. 2 O TERMO “HOMEM DA INIQUIDADE” APARECE COMO OUTRO NOME DADO AO ANTICRISTO. PAULO ACRESCENTA QUE ESTE CHEGARÁ AO PONTO “DE ASSENTAR-SE NO SANTUÁRIO DE DEUS, OSTENTANDO-SE COMO SE FOSSE O PRÓPRIO DEUS”. NOS VERSOS DE 6 A 9 DE II TESSALONICENSES TEMOS O PENSAMENTO DESENVOLVIDO DE QUE UM PODER MAIOR AINDA O DETÉM DE APARECER NA HISTÓRIA DO MUNDO E LOGO QUE O ESPÍRITO SANTO FOR AFASTADO DE SUA INFLUÊNCIA RESTRITIVA DESTE MUNDO O MALIGNO SE REVELARÁ E QUE SERÁ ABATIDO QUANDO CRISTO SE MANIFESTAR NA SUA VINDA. É DITO TAMBE’M NESTES VERSOS QUE SATANÁS LHE DARÁ PODER PARA OPERAR “SINAIS E PRODÍGIOS DA MENTIRA” ATRAVÉS DO FALSO PROFETA QUE SERÁ O SEU SACERDOTE PARA OS ASSUNTOS RELIGIOSOS, CONFORME APOC. 13:13-15. NESTA ÉPOCA ASSIM COMO HOJE JÁ SE VÊ, OS HOMENS SERÃO ILUDIDOS PELOS “PRODÍGIOS” DO FALSO PROFETA E CRERÃO NA OPERAÇÃO DO ERRO. (II TESS 2:10,11).

sábado, 7 de fevereiro de 2009

O Arrebatamento

SERÁ UM EVENTO PROGRAMADO, POIS NA HORA DE SUA DESPEDIDA, CRISTO JÁ VISAVA O SEU RETORNO PARA OS DISCÍPULOS. ELE FALAVA SOMENTE AOS DICÍPULOS QUANDO FEZ A PROMESSA. SEU RETORNO SERÁ PESSOAL, ISTO É, ELE MESMO VIRÁ EM VEZ DE MANDAR UM ANJO. A IGREJA NÃO PERMANECERÁ AQUI NA TERRA EM ALGUMA POSIÇÃO MELHORADA, MAS SERÁ LEVADA DAQUI PARA O CÉU. EM I CORÍNTIOS 1:7 PAULO SE REFERE AO ARREBATAMENTO COM AS PALAVRAS, “AGUARDANDO VÓS A REVELAÇÃO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO”. EM FIL. 3:20 PAULO FALA DO ARREBATAMENTO COMO O TEMPO EM QUE OS CRISTÃOS IRÃO AO LUGAR DA SUA VERDADEIRA CIDADANIA: “POIS A NOSSA PÁTRIA ESTÁ NOS CÉUS, DE ONDE TAMBÉM AGUARDAMOS O SALVADOR, O SENHOR JESUS CRISTO”. O LIVRO DE HEBREUS MENCIONA O ARREBANTAMENTO CONTRASTANDO COM A SUA PRIMEIRA VINDA: “ASSIM TAMBÉM CRISTO, TENDO-SE OFERECIDO UMA VEZ PARA SEMPRE PARA TIRAR OS PECADOS DE MUITOS, APARECERÁ SEGUNDA VEZ, SEM PECADO, AOS QUE O AGUARDAM PARA A SALVAÇÃO” HB 9:28 EM I TESS 4:13-18 PAULO ASSEGURA OS IRMÃOS DE QUE TODOS AQUELES “QUE DORMEM EM CRISTO” SERÃO ARREBATADOS PARA SE ENCONTRAR COM O SENHOR, MESMO ANTES DOS QUE AINDA ESTÃO VIVOS. ISTO INCLUIRÁ A RESSEURREIÇÃO DOS MORTOS, UM EVENTO QUE SE ASSEMELHARÁ À RESSURREIÇÃO DO PRÓPRIO SENHOR JESUS (V.14). PAULO DÁ A SEGURANÇA QUE “PELA PALAVRA DO SENHOR”, OS VIVOS NA ÉPOCA NÃO “PRECEDERÃO” OS QUE DORMEM (V.15) CONTINUANDO, ESTA VINDA DE CRISTO SERÁ ACOMPANHADA POR SINAIS AUDÍVEIS, “A PALAVRA DE ORDEM”, “A VOZ DO ARCANJO” E “A TROMBETA DE DEUS”. A “TROMBETA DE DEUS” SE IDENTIFICA MELHOR COM “A ÚLTIMA TROMBETA” CITADA EM I COR. 15:52, AMBAS AS EXPRESSÕES SE REFERINDO PROVAVELMENTE A UMA RESSOADA DE TROMBETA SIGNIFICANDO LIBERTAÇÃO. JESUS DISSE QUE OS MORTOS OUVIRÃO A SUA VOZ (JOÃO 5:28), NESTE TEXTO TEMOS A IDÉIA DE QUE TODOS OS MORTOS, INDEPENDENTE DE SEREM JUSTOS OU INJUSTOS, RESSUSCITARÃO, PORÉM EM OUTRAS PASSAGENS, ONDE TEMOS MAIS DETALHES VEMOS UM GRUPO SENDO RESSURRETO EM DETERMINADA DATA E OUTRO GRUPO EM OUTRA ÉPOCA. É O CASO DA PASSAGEM DE I TESS. 4:13-18 E DE APOC 20:13. UM GRUPO DOS SALVOS SERÁ RESSURRETO NO ARREBATAMENTO, PORÉM, MAIS DOIS GRUPOS SERÃO LEVANTADOS EM OUTRAS DUAS ÉPOCAS. UM GRUPO SERÁ RESSURRETO NO FIM DA TRIBULAÇÃO QUE INCLUIRÁ OS QUE SÃO SALVOS E DEPOIS MORREM DURANTE A TRIBULAÇÃO E TAMBÉM O SANTOS DOS SÉCULOS DO ANTIGO TESTAMENTO. OUTRO GRUPO SERÁ RESSURRETO NO FIM DO MILÊNIO QUE CONSISTIRÁ DOS SANTOS QUE MORREREM DURANTE O PERÍODO DE MIL ANOS. PAULO SE REFERE À MUDANÇA DO CORPO DOS JUSTOS, DIZENDO QUE NÓS QUE “TEMOS AS PRIMÍCIAS DO ESPÍRITO...GEMEMOS EM NOSSO ÍNTIMO, AGUARDANDO A ADOÇÃO DE FILHOS, A REDENÇÃO DO NOSSO CORPO” (RM 8:23) NESTA VIDA O CORPO AINDA AGE COMO OBSTÁCULO AO ESPÍRITO REDIMIDO E PRECISA DA TRANSFORMAÇÃO QUE A RESSURREIÇÃO PROVIDENCIARÁ. O ASSUNTO É TRATADO EXTENSIVAMENTE EM I COR. 15:35-54 ONDE PAULO LEVANTA A QUESTÃO: “COMO RESSUSCITAM OS MORTOS? E EM QUE CORPOS VÊM?” NO VERSO 42 ELE DIZ QUE SERÁ UM CORPO INCORRUPTÍVEL, NÃO SUJEITO A DECOMPOSIÇÃO; NO VERSO 43 ELE DIZ QUE SERÁ UM CORPO DE “GLÓRIA” E DE “PODER”, E NO VERSO 44 DESTACA QUE SERÁ UM “CORPO ESPIRITUAL”, SIGNIFICANDO QUE EMBORA REAL, NÃO ESTARÁ SUJEITO A TODAS AS LIMITAÇÕES NATURAIS DOS CORPOS ATUAIS, NECESSITANDO DE ALIMENTAÇÃO, REPOUSO, CUIDADOS MÉDICOS, ETC. ESTA MUDANÇA DE CORPOS MORTAIS PARA CORPOS GLORIFICADOS SE DARÁ “NUM MOMENTO, NUM ABRIR E FECHAR DE OLHOS”. EM FL. 3:21 E I JO. 3:2 TEMOS A EXPLICAÇÃO: “TRANSFORMARÁ O NOSSO CORPO DE HUMILHAÇÃO, PARA SER IGUAL AO CORPO DA SUA GLÓRIA”, ENTÃO ESTES CORPOS PODERÃO ENTRAR EM LUGARES FECHADOS (JO.20:19,26); DESAPARECER ENQUANTO FALA COM OUTROS (LC 24:30,31); PERMANECER DESCONHECIDO AOS OUTROS ATÉ ILUMINAÇÃO ESPECIAL SER DADA (LC 24:15,16,31;JO.20:15,16); DESAFIAR A LEI DA GRAVIDADE EM ASCENDER DA TERRA PARA DESAPARECER NAS NUVENS (AT.1:9); E AO MESMO TEMPO TER UM CORPO REAL (JO.20:27); CAPAZ DE FALAR (LC 24:17-32); PODE COMER (LC 24:30; JO 21:12-15); VISTO QUE CRISTO NA SUA ASSUNÇÃO APARENTEMENTE FOI DA TERRA AO CÉU COM A RAPIDEZ DO PENSAMENTO, CERTAMENTE ISSO SERÁ POSSÍVEL TAMBÉM AOS SANTOS GLORIFICADOS. OS SANTOS DA IGREJA SERÃO DOTADOS DE TAIS CORPOS NO ARREBATAMENTO E JÁ COM ELES SUBIRÃO PARA ENCONTRAR COM CRISTO NOS ARES. A VOLTA DE CRISTO PEGARÁ AS PESSOAS FAZENDO COISAS NORMAIS DE MANEIRA NORMAL. ISTO É ESCLARECIDO EM VÁRIASPASSAGENS BÍBLICAS, COMO A DO RELATO DE JESUS SOBRE OS SERVOS ERSPERANDO A VOLTA DO SEU SENHOR (LC 12:36-38). JESUS DIZ, “BEM AVENTURADOS AQUELES SERVOS A QUEM O SENHOR QUANDO VIER OS ENCONTRE VIGILANTES...” NUMA PASSAGEM SEMELHANTE, JESUS COMPARA A HORA DA SUA VINDA COM O TEMPO DE NOÉ (LC.17:26,27). COMO O DILÚVIO PEGOU AS PESSOAS DESPREPARADAS, ASSIM SERÁ NA VINDA DE CRISTO. TAMBÉM COMPARA-A COM O TEMPO DE LÓ (LC 17:28,29), DIZENDO QUE, COMO CHUVA DE FOGO E ENXOFRE PEGOU O POVO DE SODOMA TOTALMENTE DESPREPARADO E “DESTRUIU A TODOS”, ASSIM SERÁ “NO DIA EM QUE O FILHO DO HOMEM SE MANIFESTAR”. O TRIBUNAL DE CRISTO É UM PERÍODO DE JULGAMENTO PARA OS SANTOS ARREBATADOS. O CASO A SER TRATADO NÃO SE REFERE AO ESTADO “SALVO” OU “PERDIDO” DOS RÉUS. O TERMO USADO NAS ESCRITURAS PARA SE REFERIR A ESTA OCASIÃO É O TRIBUNAL DE CRISTO (II COR 5:10 E ROM 14:10) NESTE MOMENTO SERÃO OUTORGADOS OS GALARDÕES E AS COROAS DOS SANTOS. EM COL. 3:24,25 PAULO FALA QUE OS CRISTÃOS RECEBERÃO “DO SENHOR A RECOMPENSA DA HERANÇA”, E EM I COR. 3:9-15 VEMOS A CATEGORIA DE MATERIAL QUE SERÁLEVADO A JULGAMENTO. A PERDA EXPERIMENTADA POR AQUELES CUJAS OBRAS FORAM QUEIMADA NÃO DIZ RESPEITO À SALVAÇÃO DA PESSOA, “MAS ESSE MESMO SERÁ SALVO, TODAVIA, COMO QUE ATRAVÉS DO FOGO” (I COR. 3:15) PAULO PARECE TER PREVISTO TAL POSSIBILIDADE DE ACONTECER COM ELE ISTO E ESCREVEU QUE “ESMURRO O MEU CORPO, E O REDUZO À ESCRAVIDÃO...”(I COR. 9:27) HÁ UM SEGUNDO EVENTO QUE OCORRE PARA OS SANTOS DA IGREJA LOGO APÓS O ARREBATAMENTO QUE SE CHAMA “AS BODAS DO CORDEIRO”. NESTA CEIA CRISTO SERÁ O NOIVO E A IGREJA A SUA NOIVA. ESTE CASAMENTO SE DARÁ ENTRE O ARREBATAMENTO E A VOLTA DE CRISTO À TERRA APÓS A GRANDE TRIBULAÇÃO E ESTE EVENTO SEGUE O “TRIBUNAL DE CRISTO “, PORQUE NAS BODAS A IGREJA SERÁ VESTIDA DE “ATOS DE JUSTIÇA DOS SANTOS”, CONFORME APOC. 19:7-9.

APOSTASIA NO LOUVOR

Louvor e adoração consistem em atitudes que reverenciam a majestade do grande Deus.

A adoração nos cultos é feito pelos cristãos que creram em Jesus como seu Senhor e Salvador e no poder do Espírito Santo.

Conforme vemos em At. 7.44 temos que nos orientar pelo “modelo” estabelecido por Deus.

Os anjos louvam a Deus, os animais marinhos, os fenômenos da natureza, as bestas feras do campo e todos os que temem o seu nome louvam ao Senhor (Sl. 148). Antes dos mundos serem criados os anjos louvavam a Deus (Jó 38:7). Buzinas eram tocadas de forma a aumentar gradativamente com a presença de Deus no Sinai (Ex.19:19). Seres celestiais louvaram novamente a Deus no anúncio do nascimento de Jesus (Lc. 2:13). Davi inventou vários instrumentos para louvar a Deus (I Cr. 23:5).

Deus prometeu restaurar o Tabernáculo caído de Davi e isto é muito significativo pois o Tabernáculo de Davi era onde o louvor através de músicos, instrumentos e cantores, ao passo que o Tabernáculo de Moisés era a presença julgadora de Deus no meio do seu povo.

Pela 1a. vez na Bíblia é dito que Jubal foi o pai de todos os músicos (Gn. 4:21), entretanto, Jubal era da descendência de Caim, geração esta que não temia ao Senhor e isto leva muitos comentaristas bíblicos a afirmarem que desde o início dos tempos há esta tentativa de desvirtuar a finalidade do louvor que é engrandecer o nome do Deus Altíssimo.

O nosso Cantor Cristão e também o Hinário para o Culto Cristão estão repletos de melodias que originalmente são hinos nacionais de países como a Inglaterra, Escócia, Alemanha. Há muitas melodias que são músicas populares de época, românticas e hinos patrióticos onde foram inseridas letras evangélicas para a liturgia do culto.

No início Lúcifer tinha a função de louvar e coordenar o louvor a Deus. Em Ez. 28:13 vemos a descrição deste que era “perfeito nos teus caminhos” v.15.

A presença de Deus era “guardada” por ele como sendo o “Querubim ungido da guarda”, isto é, fazia as vezes de um chefe de cerimonial. Vemos que ele estava intimamente familiarizado com a música. Na versão Corrigida da nossa tradução temos: “A obra dos teus tambores e dos teus pífaros em ti; no dia em que foste criado, foram preparados” v.13b, e na versão Atualizada consta “engastes e ornamentos”, mas estes termos são designações normais de “tamboril e algum instrumento vazado”, furado. (Biblia de Jerusalém).

Entendemos que Satanás pode atrair a si muitos adeptos com a quilo que ele conhece muito bem e inspirar algo de extrema beleza e fazer que aquilo passe por espiritual, quando não passa de engano, embuste. A bagagem musical do Diabo é extremamente grande e este dom não lhe foi tirado.

No Velho Testamento vemos algumas manifestações de adoração musical, ex.: em I Sm 10:5-6 lemos acerca da profecia como conseqüência do uso de instrumentos tocados para Deus. Outro ex. está em II Rs. 3:15-16 com Eliseu que pediu que um harpista tangesse seu instrumento e assim a presença de Deus vinha sobre ele. Havia também a crença de que o uso de instrumentos musicais poderia afugentar espíritos maus como no caso de Saul em I Sm. 16:16. havia entretanto, outro tipo de louvor musical que era o “profissional” no Templo.

Constituídos por Davi para a casa do Senhor conforme I Cr. 15:16 e I Cr. 23:5. Eles eram escolhidos pelo seu talento e capacidade de aprendizado I Cr. 15:22. em I Cr. 25:1 temos Davi separando para o ministério e eles usavam seus instrumentos para “profetizarem”, isto é, glorificavam a Deus sob a influência do Espírito Santo. Uma das ocasiões mais célebre foi na inauguração do Templo e a colocação da Arca no lugar Santíssimo II Cr. 5:12-14.

Os hebreus não costumavam falar das escrituras sem colocar melodias nelas. As palavras bíblicas eram cantadas (Salmos 47:1; 105:2; 95:2).

No Novo Testamento vemos a mesma orientação, só que com maior destaque a espiritualidade, ex.: Cl. 3:16.

A Bíblia não faz distinção a nenhum instrumento e no Sl. 150 vemos a seguinte declaração: “Louvai-O pelos seus poderosos feitos e consoante a sua muita grandeza” v.2

Não há determinados instrumentos para louvar a Deus, afinal isto pode ser de região para região, povo para povo, costume para costume.

A música tem importância na adoração a Deus.

A 1a. tribo que chefiava a comitiva durante a peregrinação no deserto era Judá (Nm. 10:14), que significa “louvor”. “À frente vão os cantores e atrás os músicos” Sl. 68:25.

Há três coisas básicas no louvor a Deus:

Quem louva; deve ser um crente convertido.

Como louva ; deve ser com técnica e espiritualidade.

A quem louva; deve ser visando exclusivamente o louvor a Deus.

Os dois primeiros itens já foram explicados e comentados através da Palavra de Deus, entretanto o terceiro merece mais ênfase.

O hino que se presta à verdadeira adoração a Deus deve ter elementos bíblicos e não alternativos:

Deve ser reverente, i.e., exaltar e honrar a Deus criando no adorador o sentido de temor e fé.

Deve comunicar o amor de Deus que deu seu Filho Unigênito e não se ocupar com detalhes de nenhum alcance.

Deve ter profundidade a ponto de ensinar através do seu cantar. A comunicação de verdades espirituais que se vêem, por exemplo, nos Salmos.

Deve evitar as vãs filosofias e se ocupar com o louvor simples. Ex. Sl. 136

Deve ter exemplos e mensagens verdadeiras e não fantasiosas I Tm 4:1 “espíritos enganadores e doutrinas de demônios”.

As doutrinas que hoje em dia tem feito a cabeça de muita gente e está ocupando o púlpito de diversos líderes de igrejas e de louvor não passa de “doutrinas de demônios”. Alguns exemplos destes ensinos são:

Anjos que estão a nosso serviço, seja para curar, guardar e até mesmo trazer revelação espiritual.

Batalha espiritual onde mandamos em demônios e decretamos coisas nas regiões celestiais e amarramos forças e poderes espirituais, etc.

Fé na fé como força do pensamento positivo. Como alguns dizem: têm que crer; têm que ter fé; e até utilizam do versículo da Palavra de Deus que diz: “Sem fé é impossível agradar a Deus”, entretanto este verso é totalmente desvirtuado para quer dizer que se você tiver fé pura e simplesmente crer TUDO o que pedir ou mandar se realizará.

Auto-estima que dá a mim e a você um grau de importância fora dos padrões bíblicos com ex.: dizer palavras de auto-consideração, auto-edificação, tais como: eu sou o melhor, eu vou conseguir, sou filho do Rei, etc...

O louvor que cantamos deve ser de glorificação ao nome do nosso Deus conforme Filipenses 4:8 e não para engrandecer ensinos perversos e anti-bíblicos que louvam a pessoa humana ou igrejas ou ministérios.

Há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu.

Caros, é com muito medo que começo este projeto pessoal. Sempre com a preocupação de não me aventurar em alguma coisa que não possa terminar ou pelo menos dar um longo alcance. Tenho muitas pessoas que querem saber o que eu penso a respeito de vários assuntos e agora poderão saber, sem ter que me perguntar; basta teclar, acessar e fuçar. Iniciei dizendo que estou com medo, mas ao mesmo tempo ansioso, pois este será o meu diário com assuntos que dizem respeito a mim, à minha maneira de pensar e de agir.